Sociedade

ANA vai medir temperatura a passageiros que aterrem em Portugal

Medida surge na sequência da decisão das autoridades de reforçarem a segurança nos aeroportos nacionais. Equipamentos já estãoa funcionar em Lisboa.

O Governo e as autoridades de saúde decidiram reforçar a segurança nos aeroportos e, na sequência dessa deliberação, a ANA – Aeroportos de Portugal adquiriu “equipamentos de medição da temperatura corporal”, que estão já a ser instalados para medir a temperatura dos passageiros que aterrarem em Portugal

“A instalação de câmaras de infravermelhos no Aeroporto Humberto Delgado em Lisboa foi efetuada de forma imediata e estes equipamentos já se encontram em funcionamento. Seguir-se-á a instalação nos aeroportos do Porto, Faro, Madeira e Ponta Delgada”, revelou a empresa em comunicado.

A ANA adiantou que “caso sejam detetadas situações de temperatura corporal elevada, seguir-se-á um segundo rastreio por uma equipa de técnicos de saúde, os quais acompanharão a pessoa para área reservada, procedendo a um inquérito e atuando de acordo com os procedimentos médicos exigidos”.

A gestora dos aeroportos nacionais retirou também que tem criado todas as condições para que “os passageiros circulem de forma responsável cumprindo a recomendação de distanciamento social aconselhável para a prevenção do contágio”.

Esta nova medida da medição de temperatura dos passageiros vem somar-se a uma série de outras que já estavam a ser executadas, no âmbito da tentativa de contenção da propagação do novo coronavírus.

Entre elas, a desinfeção com atomizador nas áreas comuns –produto com durabilidade de 30 dias -  e o reforço de distribuição de dispensadores de gel desinfetante

“A ANA está a acompanhar, permanentemente, os colaboradores que, pela sua função, têm um contacto mais próximo com terceiros, se bem que, sempre que a sua função o permita, foi promovido teletrabalho”, sublinhou ainda a empresa, prometendo continuar a acompanhar a evolução da situação.