Sociedade

SAMS suspendem serviços após confirmação de doentes e profissionais infetados

Hospital mantém-se em funcionamento mas só para a prestação de cuidados aos doentes lá internados.

Foi detetado o novo coronavírus em alguns doentes e profissionais de saúde do SAMS, na sequência a direção clínica decidiu suspender serviços, mantendo a atividade do hospital para apenas dar assistência aos 26 doentes que lá estão internados.

"Mediante a confirmação de doentes e profissionais de saúde dos SAMS infetados com o novo coronavírus" foi decidido, "em linha com as orientações das autoridades de saúde", o encerramento progressivo dos serviços, lê-se no comunicado.

A 13 de março foi suspensa "toda a atividade programada, designadamente exames e cirurgias", no dia 16 terminaram as consultas e os exames e no dia 19 foi encerrado o atendimento permanente do hospital, centro clínico e clínicas.

"Neste momento, a atividade no hospital está estritamente limitada à assistência aos 26 doentes que ainda se mantêm internados. Os profissionais de saúde em funções seguem as recomendações da Direção-Geral da Saúde", garantem ainda.

Por último, os SAMS lamentam “os constrangimentos causados pelo atual contexto que o país enfrenta”, e esperam “retomar a atividade, logo que a situação regresse à normalidade”.