Sociedade

Sete detenções por crimes de desobediência

Uma das pessoas estava infetada com o coronavírus. Ministro elogia comportamento dos portugueses. 

O ministro da Administração Interna fez hoje, ao início da noite, um primeiro balanço sobre a aplicação do decreto sobre o estado de emergência. Eduardo Cabrita revelou que foram feitas sete detenções por crimes de desobediência. Uma das pessoas que foi detida estava infetada com o coronavírus.

O ministro começou por realçar a “adesão generalizada dos portugueses” às medidas para prevenir a propagação do coronavírus. Eduardo Cabrita elogiou o “espírito de responsabilidade” e “civismo que “todos os portugueses” manifestaram perante “as indispensáveis restrições ao direito de circulação”.

Registaram-se, porém, alguns casos que obrigaram à atuação das autoridades. O ministro deu o exemplo das pessoas que se juntaram na Marginal de Esposende e da Póvoa do Varzim. Duas situações “pontuais” que obrigaram à intervenção da polícia.