Economia

Covid-19. Tráfego nas autoestradas portuguesas diminuiu 75%

Ministério diz que redução "reflete que os portugueses estão a cumprir" as medidas adotadas pelo Governo e os conselhos da Direção Geral da Saúde, no sentido de "limitarem ao mínimo as suas deslocações".

O tráfego nas autoestradas portuguesas sofreu nos últimos dias uma quebra na ordem dos 75%, em média, a nível nacional, devido à pandemia da covid-19, revelou o Ministério das Infraestruturas e da Habitação.

O Ministério das Infraestruturas e da Habitação indica que entre as autoestradas onde esta redução se fez sentir estão a A1 (Autoestrada do Norte), a A2 (Autoestrada do Sul), a A4 (Autoestrada Transmontana), a A23 (Autoestrada da Beira Interior) e a A25 (Autoestrada das Beiras Litoral e Alta), o que "reflete que os portugueses estão a cumprir" as medidas adotadas pelo Governo e os conselhos da Direção Geral da Saúde, no sentido de "limitarem ao mínimo as suas deslocações", revelou em comunicado.

"A quebra é comprovada pela comparação entre os dados de procura registados na semana que terminou em 14 de março e os dados registados na semana que terminou em 22 de Março", diz o mesmo documento.