Politica

"Não precisamos de nenhum Bloco Central"

Miguel Morgado, ex-deputado do PSD, responde aos que defenderam, nos últimos dias, um governo do Bloco Central 

O ex-deputado do PSD Miguel Morgado rejeita a ideia de que esta crise possa conduzir à reedição do Bloco Central

A possibilidade de um Governo de salvação nacional já foi admitida por personalidades como José Miguel Júdice, Marçal Grilo ou Luís Nobre Guedes.

O ex-bastonário da Ordem dos Advogados José Miguel Júdice defendeu, na última edição do semanário SOL, que se a crise se agravar a “única solução” será "uma aliança entre PS e PSD para resolver os problemas gravíssimos que vão surgir”.

Miguel Morgado, antigo assessor de Passos Coelho, aconselha “sensatez e ousadia” para enfrentar a crise provocada por esta pandemia. “Não precisamos de atirar para cima da proverbial mesa do regime as estafadas ideias de sempre. Não precisamos, por isso, de nenhum Bloco Central. Há muitos meios de garantir estabilidade ao governo do PS, que, com a fanfarronice e inconsciência política que o caracteriza, disse que nunca mais precisaria do apoio da direita”, escreve, na sua página do Facebook, o ex-deputado social-democrata.