Internacional

Bolsonaro quer voltar a abrir escolas e estabelecimentos comerciais

"O que se passa no mundo tem mostrado que o grupo de risco é o das pessoas acima de 60 anos. Então, porquê fechar escolas?", questionou o Presidente do Brasil.

Jair Bolsonaro apelou que as escolas e os estabelecimentos comerciais voltem a ser abertos, esta terça-feira, o mesmo dia em que o Brasil ultrapassou os 2000 casos de covid-19.

"Algumas autoridades estaduais e municipais devem abandonar o conceito de terra arrasada, a proibição de transportes, o encerramento do comércio e o confinamento em massa. O que se passa no mundo tem mostrado que o grupo de risco é o das pessoas acima de 60 anos. Então, porquê fechar escolas?", questionou o Presidente do Brasil.

"O vírus chegou. Está a ser enfrentado por nós e brevemente passará. A nossa vida tem de continuar. Os empregos devem ser mantidos. O sustento das famílias deve ser preservado", sublinhou, contrariando as indicações Ministério da Saúde brasileiro que aconselha a população a evitar aglomerações e a reduzir as deslocações para o trabalho, através do site oficial. 

Bolsonaro sublinha que são "raros os casos fatais de pessoas com menos de 40 anos de idade" e que 90% da população das pessoas contaminadas não irão apresentar sintomas. "Devemos, sim, é ter extrema preocupação em não transmitir o vírus para os outros, em especial aos nossos queridos pais e avós, respeitando as orientações do Ministério da Saúde", apelou Bolsonaro.