Internacional

Maduro indiciado por tráfico de droga pelo departamento de Justiça dos EUA

A acusação feita pelos Estados Unidos é extremamente rara quando estão em causa chefes de Estado e é mais um sinal da escalada de tensão da campanha da administração de Donald Trump para retirar Maduro do poder.

O Presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, foi indiciado esta quinta-feira pelos Estados Unidos por crimes de narcotráfico, em que os procuradores acusam-no de liderar um violento cartel de droga.

A acusação feita pelos Estados Unidos é extremamente rara quando estão em causa chefes de Estado e é mais um sinal da escalada de tensão da campanha da administração de Donald Trump para retirar Maduro do poder.

Mais de uma dezena de governantes venezuelanos e membros dos serviços de informações do país foram acusados de outros crimes, incluindo membros do grupo colombiano Forças Armadas Revolucionárias, mais conhecido como as FARC. Por exemplo, o chefe da Justiça venezuelana foi acusado de lavagem de dinheiro. 

O departamento de Estado oferece até 15 milhões de dólares a quem providenciar informação que leve à captura de Maduro. O Presidente venezuelano, em reação, acusou os EUA de incitarem à violência no país sul-americano.