Politica

“Repugnante”. O comentário de Costa sobre a declaração de ministro holandês

“É inaceitável que qualquer responsável político, seja de que país for, possa dar uma resposta dessa natureza”.

O primeiro-ministro português considerou “repugnante” e “contrária ao espírito da União Europeia” a declaração do ministro das Finanças holandês, que sugeriu que Espanha fosse investigada por alegar não ter capacidade orçamental para fazer face à pandemia do novo coronavírus.

“É inaceitável que qualquer responsável político, seja de que país for, possa dar uma resposta dessa natureza”.

"Se não nos respeitamos uns aos outros e se não compreendemos que, perante um desafio comum, temos de ter capacidade de responder em comum, então ninguém percebeu nada do que é a União Europeia", afirmou António Costa.