Cultura

Morreu o compositor polaco Krzysztof Penderecki

Ao longo da sua carreira, Krzysztof Penderecki compôs músicas para filmes como “The Shining”, de Stanley Kubrick, “Shutter Island”, de Martin Scorsese ou “Wild at Heart”, de David Lynch

O compositor e maestro polaco Krzysztof Penderecki morreu este domingo aos 86 anos, em Cracóvia, vítima de doença prolongada, segundo confirmou a Associação Ludwig van Beethoven de Cracóvia, fundada pela mulher do compositor, Elzbieta Penderecka.

Nascido a 23 de novembro de 1933, em Debica (sul), Krzysztof Penderecki estudou música no Conservatório de Cracóvia, tendo-se debruçado simultaneamente sobre disciplinas como a Filosofia, a História da Arte e a Literatura. 

Apesar da Cortina de Ferro, as suas incursões músicas cedo se tornaram também conhecidas no Ocidente e, mesmo que as suas opções experimentais e de vanguarda não tenham sido amplamente aceites entre os críticos musicais, agradavam ao público. Penderecki era conhecido por usar técnicas de composição pouco usuais e de procurar diferentes sonoridades nos instrumentos, e inventou até símbolos de notação musical que permitissem ler estes novos sons.

Autor de “Threnody to the Victims of Hiroshima” - composição de 1960, pela qual se assumiu definitivamente como um vanguardista e se tornou internacionalmente conhecido - o compositor venceu quatro Grammys ao longo da carreira e compôs músicas para filmes como “The Shining”, de Stanley Kubrick, “Shutter Island”, de Martin Scorsese ou “Wild at Heart”, de David Lynch.