Sociedade

Ordem dos Médicos e AEP querem transformar Exponor em hospital de campanha

Estrutura seria modular e teria capacidade para 600 camas para doentes com covid-19.

DR  


A Ordem dos Médicos e a Associação Empresarial de Portugal (AEP) apresentaram ao Ministério da Saúde um projeto, da autoria do arquiteto Ricardo Oliveira, que prevê a construção, no Porto, de um hospital temporário que pode acolher mais de 600 doentes com covid-19, segundo um comunicado da entidade liderada por Miguel Guimarães.

“Ao contrário dos hospitais de campanha até agora conhecidos, esta estrutura teria várias vantagens: ao ser modular poderia crescer consoante as necessidades e todas as enfermarias seriam com pressão negativa, o que tem impacto tanto a evitar a disseminação do vírus para os profissionais de saúde como na recuperação pulmonar dos doentes”, explicam.