Cultura

Gradiva não quis publicar livro de Woody Allen

A biografia de Woody Allen foi publicada em março nos EUA pela Arcade Publishing, depois de o grupo editorial Hachette ter aceitado publicá-la e a seguir ter recuado por pressão dos próprios funcionários.

A editora Gradiva esteve para publicar em Portugal a autobiografia de Woody Allen, Apropos of Nothing, mas o montante de direitos pedidos inviabilizou esta possibilidade, pois todos os recursos são para pagar salários, nesta época de crise pandémica.

“Seria irresponsável, num momento em que os recursos que, felizmente, temos devem ser empregues para garantir, não prevemos até quando, os salários à equipa admirável que fez e continuará a fazer a Gradiva, uma editora livre e plural”, afirmou o editor Guilherme Valente.

A biografia de Woody Allen foi publicada em março nos EUA pela Arcade Publishing, depois de o grupo editorial Hachette ter aceitado publicá-la e a seguir ter recuado por pressão dos próprios funcionários, devido às acusações de abuso sexual de que Woody Allen é alvo por parte da filha adotiva com Mia Farrow.