Sociedade

Já é conhecido novo calendário de exames e matrículas

Diploma com as novas regras excecionais para o ano letivo foi publicado.

O terceiro período começou esta terça-feira para mais de um milhão de alunos, que podem ter de ficar em regime de ensino à distância até 26 de junho.

As novas datas de exames e regras de avaliação já foram publicadas em Diário da República. As datas das matrículas para o próximo ano letivo também já foram anunciadas.

Sublinhe-se que os alunos do 12º ano só poderão fazer os exames que são exigidos pelos cursos de ensino superior a que se candidatem, as vulgarmente chamadas especificas. Para as restantes disciplinas contará para a média de ingresso as notas internas, atribuídas pelos professores da escola do estudante em causa.

Como já tinha sido comunicado pelo primeiro-ministro, na semana passada, a 1.ª fase dos exames nacionais realizar-se-á entre 6 e 2 de julho.

Já a 2ª fase passa para setembro, realizando-se entre os dias 1 e 7.

Os alunos que pretendem fazer exame de melhoria de nota, poderão fazê-lo, no entanto a classificação obtida só contará para uma nova média nas provas de ingresso e não para subir a nota final da disciplina em causa.

As matrículas para o próximo ano letivo podem ser feitas entre 4 de maio e 30 de junho, no caso do pré-escolar e do 1º ciclo, preferencialmente via Internet (portaldasmatriculas.edu.gov.pt), que deverá ficar ativo a partir do dia 15 de abril.

Leia o diploma na íntegra