Sociedade

APAV apoiou mais de 11 mil pessoas em 2019

Quase 1500 crianças foram vítimas de crime em 2019. Chegaram à APAV quatro casos por dia

A Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV) apresentou, esta terça-feira, o Relatório Anual relativo a 2019.
No ano passado, a APAV apoiou um total de 11.676 vítimas, um crescimento de 25% no número de vítimas apoiadas em 2018 (9.344).

De acordo com a associação, a análise do relatório permite ainda aferir diferentes contextos da vitimação e tipos de vítimas: no último ano, a APAV apoiou 1.350 pessoas idosas (+65 anos) vítimas de crime (em média, 4 por dia e 26 por semana); 1.473 crianças e jovens (em média, 4 por dia e 28 por semana); 1.617 homens adultos (em média, 4 por dia e 31 por semana) e 8.394 mulheres adultas (em média, 23 por dia e 161 por semana).

Os dados de 2019 indicam a manutenção da tendência de anos anteriores, com uma maioria de vítimas do sexo feminino (81%). Das 11.676 vítimas apoiadas pela APAV em 2019, 79% foram vítimas de violência doméstica.

Ao todo, a APAV realizou um total de 54.403 atendimentos, verificando-se um aumento de 18% nos atendimentos face ao ano de 2018 (46.371).

Já no âmbito da formação e da sensibilização e prevenção da violência, foram ministradas 1.911 actividades formativas, abrangendo um total de 47.171 formandos/participantes.

Em comunicado, a APAV relembra que neste momento de confinamento, “continua disponível para prestar apoio”. “Apesar das restrições aos atendimentos presenciais”, continuamos operacionais e reforçámos o apoio à distância, estando disponíveis nos dias úteis, das 9h às 21h, através da Linha de Apoio à Vítima | 116 006, da Linha Internet Segura | 800 21 90 90, do Messenger | apav.portugal e do Skype | apav_lav.