Desporto

Trabalhadores do Sporting entram em lay-off

Medida vai ser aplicada pelo menos durante um mês, altura em que será reavaliada

Frederico Varandas, presidente do Sporting, informou esta quarta-feira os trabalhadores do clube que iam entrar em regime de lay-off. 

A medida vai durar pelo menos 30 dias e visa minimizar o impacto da crise provocada pela covid-19.

O clube de Alvalade torna-se assim o segundo clube da I Liga a recorrer a este regime, depois de o Belenenses SAD ter entrado "parcialmente" em lay-off no último dia 6 de abril.

A decisão surge, de resto, dias depois de a direção leonina ter anunciado uma redução salarial para os jogadores do plantel principal e para a administração do clube, no qual se inclui Frederico Varandas, nos meses de abril, maio e junho.

No último sábado, os jogadores e a SAD do clube chegaram a acordo para uma redução salarial de 40%; enquanto os membros da administração sofreram um corte de 50%.