Sociedade

Suspeitos da morte de Giovani Rodrigues passam para prisão domiciliária

Três continuam em preventiva.

Dois dos cinco suspeitos da morte de Luís Giovani Rodrigues passaram para prisão domiciliária.

Os cinco suspeitos estavam desde janeiro em prisão preventiva, permanecendo assim três deles, segundo avançou ontem a TVI.

Luís Giovani morreu no último dia de 2019, depois de ter sofrido uma agressão durante a madrugada de 21 de dezembro.