Cultura

Mussolini. A carnificina da Piazzale Loreto

Há 75 anos (28 de abril de 1945) Benito Mussolini, a sua amante Claretta Petacci e outros 15 hierarcas italianos entretanto fuzilados tiveram os seus cadáveres entregues à populaça. Com paus, tábuas, canos, o que fosse, o espetáculo sanguinário foi macabro: corpos desfeitos, caras irreconhecíveis, sangue coagulando junto das sarjetas... Apenas quatro meses antes o Duce tinha sido delirantemente aplaudido do mesmíssimo lugar

 

Como qualquer bom italiano, Mussolini gostava de polenta. Mas a que lhe serviram na manhã de 28 de abril de 1945, cumprem-se agora 75 anos, acompanhada com leite e umas fatia de salame haveria de lhe dar muitas voltas ao estômago. Ele e a sua amante Claretta Petacci tinham sido apanhados, na véspera, por um grupo de partisans que vigiava a região de Dongo, junto do lago Como, ao tentarem atingir a fronteira suíça. 

Leia o artigo na íntegra na edição impressa do SOL. Agora também pode receber o jornal em casa ou subscrever a nossa assinatura digital.