Desporto

Regresso do futebol? "Cuspidelas deviam ser evitadas, talvez com um amarelo", diz médico da FIFA

“Não é higiénico e é uma boa maneira de espalhar o vírus", avisa.

Michel D’Hooghe, presidente do Comité Médico da FIFA, alertou para alguns cuidados que devem ser tidos em conta no regresso dos campeonatos de futebol, depois da interrupção devido à pandemia de covid-19.

O médico defende, por exemplo, que as cuspidelas, até então um gesto comum dentro de campo, têm de acabar. Em caso de desrespeito, D’Hooghe sugere que o gesto seja punido.

"É uma prática comum no futebol e pouco higiénica. Por isso quando o futebol voltar acho que deveríamos evitá-la ao máximo. A questão é se isso será possível. Talvez com um cartão amarelo”, sugeriu o médico, em declarações ao Telegraph.

“Não é higiénico e é uma boa maneira de espalhar o vírus. E essa é uma das razões pelas quais temos de ter muito cuidado antes de a bola voltar a rolar. Não sou pessimista, mas neste momento sou muito cético em relação a isso", admitiu.