Desporto

Ligue 1 não vai ser retomada, anuncia governo francês

A Liga Francesa de Futebol deverá decidir a classificação final tida em conta para o acesso às competições europeias (bem como subidas e descidas de divisão)

A primeira grande decisão referente aos principais campeonatos da Europa chega de França.

O primeiro-ministro Édouard Philippe anunciou que a época 2019/2020 não poderá ser retomada, pelo que a Ligue 1 e a Ligue 2 foram dadas por terminadas.

Entre as medidas de gradual desconfinamento do país para lá de 11 de maio, encontra-se a impossibilidade de realizar grandes eventos desportivos até ao início de setembro – mesmo à porta fechada. A Liga Francesa de Futebol, em conjunto com a Federação do país, deverá decidir no mês de maio a classificação final tida em conta para o acesso às competições europeias bem com as subidas e descidas de divisão.

“A temporada 2019/20 de desportos profissionais, incluindo a de futebol, não poderá ser retomada”, anunciou o governante, à margem da apresentação do seu plano para o fim do confinamento na Assembleia Nacional, perante cerca de 75 deputados e vários ministros do Governo.

“Quero deixar claro que eventos desportivos de grandes dimensões, e quaisquer eventos que juntem mais de cinco mil participantes (…) não podem decorrer antes de setembro”, acrescentou.

Quando faltam 10 jornadas para o fim da Liga, o Paris Saint-Germain lidera com 12 pontos (e menos um jogo), à frente do segundo classificado, o Marselha, do treinador português André Villas-Boas.

Além desta situação relacionada com o título nacional francês, por desvendar fica também a presença de PSG e Lyon na Liga dos Campeões. São neste momento as duas únicas equipas francesas presentes nas provas europeias.