Sociedade

Transtejo coloca máscaras à venda nos cais de embarque

Lotação dos navios de transporte é neste domingo, primeiro dia em estado de calamidade, alterada para dois terços. O controlo é feito no acesso às plataformas de embarque, através dos torniquetes de validação do título de viagem.

Com a entrada em vigor da obrigatoriedade do uso de máscaras nos transportes públicos, a Transtejo Soflusa anuncio que vai disponibilizar máscaras em vending machines durante a próxima semana. Com o fim do estado de emergência, substituído pelo estado de calamidade, a lotação de cada navio de transporte de passageiros passa a ser de dois terços. 

Os equipamentos de proteção individual poderão ser adquiridos nos terminais fluviais do Barreiro, de Cacilhas, do Cais do Sodré e do Terreiro do Paço de segunda a sexta-feira, “de forma a “garantir aos passageiros o acesso facilitado a máscaras qualificadas e certificadas [...], a soluções antisséticas de base alcoólica e luvas, em máquinas de ‘vending’".

É já a partir deste domingo, o primeiro dia em estado de calamidade após seis semanas de estado de emergência, que a lotação das embarcações passa a dois terços. Segundo explicou a empresa em comunicado, a lotação será controlada "através da contagem de passageiros, efetuada sempre que transpõem o torniquete para acesso à sala de embarque”.