Cultura

Diretor do Museu Nacional de Arqueologia reconduzido

António Carvalho vai continuar no cargo em regime de substituição, apesar de dirigir o Museu desde 2012.

António Manuel Gonçalves de Carvalho, diretor do Museu Nacional de Arqueologia, vai continuar a dirigir a instituição. A decisão, hoje publicada pela Direção-Geral do Património Cultural (DGPC) em Diário da República, tem efeito desde o passado dia 22 de março.

António Carvalho é diretor do MNA desde 2012. Na altura, foi o escolhido para substituir o arqueólogo Luís Raposo, que durante 16 anos liderou o Museu. 

O historiador  "evidencia o perfil adequado e demonstrativo da aptidão e da experiência profissional necessárias ao exercício do cargo", nota o despacho assinado a 17 de abril pela diretora do Departamento de Planeamento, Gestão e Controlo da DGPC, Susana Alexandra de Almeida Martins.

António Manuel Gonçalves de Carvalho (1965) é licenciado em História pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa e concluiu uma pós-graduação em Ciências Documentais pela Faculdade de Letras da Universidade Lisboa, escreve a Lusa.