Sociedade

Condenado a 3 anos e 8 meses de prisão por abusar sexualmente da filha de oito anos

Tribunal deu como provado que o homem, de 29 anos, manteve trato sexual com a sua filha menor, quando a teve consigo ao fim de semana entre 24 de maio e 9 de junho de 2019, concretizando os factos num pinhal e na sua casa de residência, em Vila Nova de Gaia.

A Procuradoria do Porto anunciou, esta terça-feira, que o tribunal de Vila Nova de Gaia condenou um homem, de 29 anos, a pena de prisão efetiva de três anos e oito meses por abusar sexualmente da filha, de oito anos.

O homem foi condenado por dois crimes de abuso sexual de criança, na forma agravada. "O tribunal considerou provado que o arguido, nascido no ano de 1990, manteve trato sexual com a sua filha menor, nascida em 2011, quando a teve consigo ao fim de semana entre 24 de maio e 9 de junho de 2019, concretizando os factos num pinhal e na sua casa de residência, em Vila Nova de Gaia", refere, em comunicado, a Procuradoria.

O arguido foi ainda condenado na pena acessória de inibição do exercício das responsabilidades parentais relativamente a esta sua filha, pelo periodo de oito anos.