Politica

Parlamento. Uso de máscara obrigatório excepto no "uso da palavra"

Decisão da conferência de líderes parlamentares.

A conferência de líderes determinou esta quarta-feira em que circunstâncias são usadas, ou não, as máscaras pelos deputados. Quando usam a palavra, quer no plenário, quer em comissões, podem retirá-las para falar.  De resto, a máscara é obrigatória para todos.

“Ficou decidido que o uso de máscara não é obrigatório para o uso da palavra no plenário ou nas comissões, para o restante funcionamento do Parlamento é obrigatório”, afirmou esta quarta-feira a deputada do PS e porta-voz da conferência de líderes, Maria da Luz Rosinha, citada pela SIC- Notícias

Na sessão plenária desta quarta-feira, a maioria dos deputados optou por máscaras cirúrgicas, mas retiravam-na para usar da palavra. Recorde-se que o presidente do Parlamento tornou obrigatório o uso de máscaras desde a passada segunda-feira. 

Na próxima conferência de líderes serão avaliadas propostas dos partidos para tentar regressar ao funcionamento parcialmente normal, com a maior presença de deputados. De realçar que até agora, os plenários sem votação funcionam com um 1/5 dos deputados: 46 parlamentares.