Politica

Socialistas preocupados com sobrelotação dos transportes públicos

Deputados receberam denúncias de que “os motoristas da Rodoviária de Lisboa têm instruções para não fazer controlo do número de pessoas”

Os deputados socialistas receberam “várias denúncias sobre as condições de sobrelotação dos transportes públicos rodoviários” e já pediram explicações ao Governo.

Numa pergunta enviada ao ministro do Ambiente, os deputados socialistas escrevem que, “segundo relatos que têm chegado ao grupo parlamentar do PS, os motoristas da Rodoviária de Lisboa têm instruções para não fazer controlo do número de pessoas, ficando por compreender como se poderá monitorizar e fiscalizar o cumprimento da lotação definida por lei durante este período particularmente sensível do controlo da pandemia”.

Os deputados do PS querem que o Governo esclareça se tem "conhecimento de empresas de transportes, como a Rodoviária de Lisboa, terem dado instruções ao seu pessoal para não controlar a lotação" e qual o acompanhamento que está a ser feito da "reposição da oferta de transportes públicos rodoviários durante os períodos de desconfinamento”.

Desde segunda-feira que os transportes públicos só podem circular com a lotação máxima de dois terços da sua capacidade.