Internacional

Coronavírus dentro de uma Casa Branca "caótica"

Depois de um estafeta de Trump e o secretário do vice-presidente darem positivo à covid-19, a task force contra o vírus entrou em isolamento. Até Obama, geralmente silencioso, já se pronunciou.

A covid-19 talhou caminho nos corredores da Casa Branca, obrigando os principais especialistas do país a auto isolarem-se, após contactarem um funcionário infetado. Dentro da task force contra o vírus, estiveram em risco Anthony Fauci, junto com o diretor dos Centros de Controlo e Prevenção de Doenças, Robert Redfield, e o comissário da FDA, Robert Hahn.

Na Casa Branca, “manter os seis pés de distância (cerca de 1,83 metros) recomendados pelo CDC é um luxo que os funcionários simplesmente não têm”, explicou uma analista da CNN que costumava lá trabalhar. Sam Vinograd avisa que um surto na Casa Branca pode ser “catastrófico” para a resposta à pandemia. Ainda assim, o Presidente Donald Trump, bem como o vice-presidente Mike Pence, continuam a recusar usar máscara: um estafeta de Trump e o secretário de Pence já foram infetados.

Entretanto, o antigo Presidente Barack Obama fez um raro comentário para classificar a resposta à covid-19 como um “desastre absolutamente caótico”. “Teria sido mau mesmo com o melhor Governo”, acrescentou Obama, segundo a CNN.