Politica

Avante!. CDS questiona se Governo não considera que está a criar "regras de benefício para um partido político em concreto"

No documento assinado pelo líder parlamentar, o CDS lembra que o Conselho de Ministros decidiu, a semana passada, proibir os "festivais e espetáculos de natureza análoga", no âmbito do combate à pandemia de covid-19. 

O Governo questionou, esta segunda-feira, o Governo acerca da Festa do Avante!. Na pergunta dirigida a António Costa, os democratas-cristãos questionam se o Executivo não considera que está "a criar regras de benefício para um partido político em concreto, ao contrário da proibição estabelecida para a generalidade das entidades promotoras".

"Será ao abrigo de eventuais critérios técnicos da DGS que acabará, como aconteceu em circunstâncias anteriores, por ser permitido este privilégio a um partido político, em concreto?", questiona o CDS.

No documento assinado pelo líder parlamentar, o CDS recorda que o Conselho de Ministros decidiu, a semana passada, proibir os "festivais e espetáculos de natureza análoga", no âmbito do combate à pandemia de covid-19.

Os centristas abordam ainda as comemorações do 1.º de maio, em que "o Governo permitiu a ocorrência de eventos e circulação fora do concelho de residência a determinadas pessoas e centrais sindicais, quando tal estava vedado à generalidade dos cidadãos".