Internacional

Chanceler alemã diz ter provas de tentativas “ultrajantes” de espionagem russa

“Posso honestamente dizer que me dói. Todos os dias tento construir uma melhor relação com a Rússia e, por outro lado, existem tantas provas concretas de que as forças russas o estão a fazer”, alegou a chefe do Governo alemão no Parlamento.

 

A chanceler alemã, Angela Merkel, fez ouvir a sua frustração esta quarta-feira alegando ter provas de tentativas de hacking por parte da Rússia e provas concretas das “ultrajantes” tentativas de espionagem.

“Posso honestamente dizer que me dói. Todos os dias tento construir uma melhor relação com a Rússia e, por outro lado, existem tantas provas concretas de que as forças russas o estão a fazer”, alegou a chefe do Governo alemão no Parlamento.

Ao apelidar os ataques cibernéticos “mais do que desconfortáveis”, Merkel elevou o espetro das sanções caso tal atividade não fosse interrompida. Os serviços de informações alemães já denunciaram várias vezes as tentativas espionagem a líderes políticos e deputados alemães por parte de hackers russos.