Politica

Ventura diz que “anúncio de recandidatura de Marcelo é uma farsa”

Para o líder do Chega, Marcelo “está nas mãos de Costa e a retribuir-lhe os favores dos últimos meses”.

André Ventura critica a troca de galanteios entre o primeiro-ministro e o Presidente da República, que visitaram juntos a Autoeuropa, na quarta-feira. Costa deu como certa não só a recandidatura de Marcelo como a própria reeleição. Marcelo não escondeu o sorriso e louvou a atitude de Costa no Parlamento, quando disse que dinheiro para o Novo Banco só depois dos resultados da auditoria.

“O anúncio de recandidatura de Marcelo é uma farsa. Tudo combinado com António Costa para salvar o momento delicado em que vive o Governo”, afirma o líder do Chega e candidato às presidenciais, André Ventura, em declarações ao i.

“Faz algum sentido um Presidente que tinha afirmado que só anunciaria recandidatura em novembro, deixar-se empurrar numa visita à Autoeuropa [quarta-feira] para uma recandidatura precoce e vir ao final desse dia confirmar?”, questiona ainda Ventura.

Para o líder do Chega, Marcelo “está nas mãos de Costa e a retribuir-lhe os favores dos últimos meses”.

Ventura considera que o episódio de ontem “vai novamente desviar as atenções do escândalo que foi a injeção de 850 milhões no Novo Banco” e “demonstra que Marcelo e Costa são a mesma face”.

“É essa face que vai a votos em Janeiro. A mesma candidatura, a do sistema instalado”, acrescenta ao i.