Sociedade

Homem libertado pelo Governo no âmbito do combate à covid-19 detido por agressão e roubo

Quando o Governo decidiu libertar alguns reclusos para combater a propagação da covid-19 nas prisões avisou que caso existisse reincidência no crime, seriam acrescidos os crimes cometidos anteriormente à nova pena.

Um ex-recluso que tinha sido perdoado pelo Governo, no âmbito do combate à propagação do novo coronavírus nos estabelecimentos prisionais, foi detido pela PSP, esta quarta-feira, depois ter agredido e assaltado um estrangeiro na Baixa de Lisboa, avançou a TVI24.

O homem de 39 anos estava em prisão preventiva desde outubro de 2019 e cumpria pena por 27 crimes contra o património, roubos violentos e furtos qualificados contra estabelecimentos comerciais. O detido iria cumprir uma pena de dois anos de prisão mas foi libertado um ano e nove meses antes do fim da pena.

De acordo coma  mesma fonte, depois de ter sido presente a um juiz de instrução criminal o arguido ficou em prisão preventiva. Recorde-se que quando o Governo decidiu libertar alguns reclusos para combater a propagação da covid-19 nas prisões avisou que caso existisse reincidência no crime, seriam acrescidos os crimes cometidos anteriormente à nova pena.