Sociedade

Governo avalia esta sexta-feira reposição das cerimónias religiosas

"A imparcialidade religiosa do Estado não permite privar por muito mais tempo a expressão religiosa do espaço público", avançou o Ministério da Justiça. 

O Governo vai reunir esta sexta-feira para avaliar a reposição da prática religiosa. Em comunicado, o Ministério da Justiça avançou que Francisca Van Dunem, ministra da Justiça e membro do Governo responsável pelos assuntos da liberdade religiosa, Marta Temido, ministra da Saúde, e Tiago Antunes, Secretário de Estado Adjunto do Primeiro Ministro, vão reunir com membros da DGS, da Comissão de Liberdade Religiosa e com os representantes das várias religiões com mais expressão em Portugal – evangélica, muçulmana, judaica, ismaelita, budista e hindu. 

O objetivo da reunião é, conforme avançou o Ministério da Justiça, “estudar a reposição, com segurança sanitária, da liberdade de prática religiosa no território”. Em abril, ficou estabelecido que o levantamento das medidas de confinamento das cerimónias religiosas seria feito a partir do final de maio. 

“A imparcialidade religiosa do Estado não permite privar por muito mais tempo a expressão religiosa do espaço público, nem o Estado pode ignorar a prática e cultura religiosas como parte integrante da personalidade de muitos, na sua dignidade primordial”, acrescentou o ministério tutelado por Francisca Van Dunem.