Economia

Economia da zona euro recua 3,2% no primeiro trimestre

Recorde-se que esta sexta-feira foi também anunciado, pelo INE, que o PIB português registou uma diminuição de 2,4% nos primeiros três meses do ano, um número ainda assim inferior à média da UE e zona euro. 

A economia da zona euro recuou 3,2% no primeiro trimestre de 2020, em comparação com o mesmo período do ano passado, e 3,8%, em cadeia, o que representam as maiores quebras desde 1995 e 2009, respetivamente, segundo uma estimativa divulgada esta sexta-feira pelo Eurostat.

O gabinete estatístico europeu indica que na União Europeia (UE), o Produto Interno Bruto (PIB) diminuiu 2,6% na comparação homóloga e 3,3% na comparação com o quarto trimestre de 2019, sublinhando que as medidas de confinamento devido à pandemia da covid-19 começaram a ser largamente aplicadas em março, pela generalidade dos Estados-membros.

Recorde-se que esta sexta-feira foi anunciado, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), que o PIB português registou uma diminuição de 2,4% durante este período, depois de ter aumentado 2,2% no trimestre anterior. A queda registada nos primeiros três meses de 2020 é a maior desde 2013, por altura da presença da Troika no país.