Sociedade

Vacina da Universidade de Oxford contra a covid-19 teve sucesso nos primeiros testes a macacos

Esta vacina também já está a ser testada em humanos mas ainda não existe confirmação se terá o mesmo efeito que teve nos animais

A vacina que está a ser desenvolvida por membros da Universidade de Oxford mostrou-se eficaz nos primeiros testes a macacos-rhesus, que têm um sistema imunitário semelhante ao dos seres humanos, anunciou o grupo de cientistas, esta sexta-feira. Esta vacina também já está a ser testada em humanos mas ainda não existe confirmação se terá o mesmo efeito que teve nos animais, segundo a BBC. Caso tenha sucesso, poderá estar disponível no mercado em setembro.

Os seis animais que foram vacinados apresentavam menos vestígios do coronavírus nos pulmões e nas vias respiratórias do que os restantes. Depois de 14 dias, alguns macacos já apresentavam alguns anticorpos contra a covid-19. E depois de 28 dias, todos os vacinados já tinham anticorpos contra a doença. 

Os macacos também não desenvolveram doenças autoimunes que era uma das maiores preocupações dos efeitos da vacina, por parte dos cientistas.

Mais de 100 vacinas estão a ser testadas em todo o mundo para ajudar no combate à covid-19.