Internacional

Sindicato britânico alerta trabalhadores de cuidados de saúde a não usarem aplicação do Governo

O alerta do GMB deve-se ao facto de a aplicação permitir os gerentes identificarem os funcionários que se têm queixado sobre o pagamento de salários, sobre a escassez de testes e de equipamento pessoal de proteção.

O sindicato GMB alertou esta sexta-feira os trabalhadores prestam de cuidados de saúde ao domicílio a não utilizarem a aplicação do Governo que tem o objetivo de os auxiliar durante a pandemia do coronavírus.

A Care Workerforce App promete ajudar os prestadores de cuidados de saúde ao domicílio ter “acesso a orientação, recursos de aprendizagem, descontos e apoio num só espaço”.

Mas o alerta do GMB deve-se ao facto de a aplicação permitir os gerentes identificarem os funcionários que se têm queixado sobre o pagamento de salários, sobre a escassez de testes e de equipamento pessoal de proteção.