Internacional

República Checa vai permitir ajuntamentos até 300 pessoas

De acordo com o ministro da Saúde, "se a situação epidemiológica permanecer favorável, o limite será alargado para 500 pessoas em 8 de junho, e para 1.000 em 22 de junho".

O Governo da República Checa, um dos países europeus onde existe uma das menores taxas de contaminação do novo coronavírus, vai autorizar ajuntamentos até 300 pessoas, a partir do dia 25 de maio, dia em que reabrem os restaurantes e bares.  De acordo com o ministro da Saúde, Adam Vojtech, "se a situação epidemiológica permanecer favorável, o limite será alargado para 500 pessoas em 8 de junho, e para 1.000 em 22 de junho".

No país, que conta com 10,7 milhões de habitantes, existem 8.352 casos de covid-19 e 293 vítimas mortais.O número baixo de infetados é explicado pela rápida ação do Governo no início de março, que levou ao confinamento da população durante cerca de dois meses e pela obrigatoriedade do uso de máscara em qualquer local, uma medida que deixará de existir também a partir do dia 25 de maio - apenas dentro de lojas, escritórios e transportes públicos será necessário utilizar uma máscara de proteção facial.

Esta segunda-feira, dia 11 de maio, centros comerciais, cinemas, cabeleireiros e esplanadas de restaurantes retomaram a sua atividade.