Sociedade

Agentes da PSP tentam acabar com festa em Moscavide e são recebidos a tiro

Cerca de 100 pessoas estavam na via pública.

Três agentes da PSP e um homem ficaram feridos, na madrugada deste sábado, quando tentarem terminar com uma festa na via pública, no bairro Casal dos Machados, em Moscavide, com mais de 100 pessoas, depois de terem recebido várias queixas por parte de moradores. Quando chegaram ao local, os agentes foram recebidos com tiros, garrafas e pedras.  No vídeo gravado por um morador podem ouvir-se gritos por parte dos presentes e o barulho dos tiros disparados.

"No local, pela terceira vez, com o intuito de fazer cessar novamente o ruído que era produzido, nomeadamente através de aparelhagem eletrónica, e de forma a repor o cumprimento das medidas impostas pelo estado de calamidade, foi mais uma vez determinado aos indivíduos ali presentes que cessassem aquela conduta e que regressassem às suas residências. Todavia, as ordens transmitidas pela PSP não foram acatadas por alguns indivíduos do grupo ali existente, tendo os mesmos adotado uma postura hostil para com os polícias, arremessando vários objetos na direção dos mesmos, nomeadamente pedras e garrafas de vidro", descreve um comunicado da Polícia.

Não foi possível identifcar os autores dos disparos. De acordo com a PSP, os agentes viram-se obrigados a efetuar "disparos de munições de baixa potencialidade letal para repor a ordem pública".

Os agentes que foram feridos tiveram de ser hospitalizados mas todos já receberam alta médica, de acordo com declarações de uma fonte da PSP ao Correio da Manhã. Um morador também sofreu ferimentos, tendo sido conduzido a uma unidade hospitalar de onde também já teve alta. As viaturas da PSP ficaram danificadas. 

O país encontra-se em estado de calamidade, logo está proibida a aglomeração de mais de 10 pessoas na via pública.  A Polícia de Segurança Pública está a investigar o caso para tentar identificar os autores do crime.