Sociedade

Quarentena já não é obrigatória para quem chega aos Açores

Medida foi anunciada pelo presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro.

O fim das quarentenas obrigatórias em hotéis aos passageiros que cheguem aos Açores foi anunciado pelo presidente do Governo Regional, Vasco Cordeiro, depois de o tribunal de Ponta Delgada ter deferido um pedido de libertação imediata feito por alguém em quarentena obrigatória num hotel.

“A medida de quarentena deixou de ter efeito prático a partir dessa decisão do tribunal”, explicou Vasco Cordeiro em conferência de imprensa.

O presidente do Governo, que defende que esta medida do tribunal é "potencialmente lesiva da proteção da saúde pública dos açorianos”, divulgou assim quatro novas regras alternativas para todos aqueles que chegam aos Açores: apresentar um teste de despiste à covid-19 à chegada; submeter-se a um teste aquando do desembarque; cumprir quarentena voluntária num hotel determinado; ou regressar à origem.

As medidas entraram em vigor este domingo, a partir das 00h00.

O presidente do PSD/Açores, José Manuel Bolieiro, pediu este sábado a todos os que chegam à região para cumprirem voluntariamente uma quarentena de 14 dias e não colocarem em causa a saúde dos açorianos.

"É cuidando da nossa saúde que cuidamos da saúde de todos", confessou, em declarações à RTP Açores.