Economia

Rendas acessíveis. Câmara de Lisboa quer arrendar mais de 1000 casas até final do ano

"O primeiro concurso de renda acessível, que teve lugar em janeiro de 2020, entregou 120 casas a jovens e lisboetas da classe média".

 

A Câmara Municipal de Lisboa quer arrendar mais de 1000 casas, até final do ano, para disponibilizar como renda acessível.

"No dia em que abrem as inscrições para proprietários poderem arrendar os seus imóveis à autarquia, para a CML colocar posteriormente no regime de Renda Acessível, o presidente da Câmara Municipal de Lisboa, Fernando Medina, apresenta em conferência de imprensa, esta segunda-feira, as bases e metas do programa renda segura", diz a autarquia, em comunicado.

Este programa, que visa também o regresso de imóveis em Alojamento Local para o mercado de arrendamento, junta-se à reabilitação de imóveis em curso pela CML e construção própria da autarquia. "O primeiro concurso de renda acessível, que teve lugar em janeiro de 2020, entregou 120 casas a jovens e lisboetas da classe média", acrescenta.