Internacional

Trump admite estar a tomar hidroxicloroquina

A própria administração do Presidente norte-americano não aconselha a toma do medicamento.

O Presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, revelou, esta segunda-feira, que está a tomar hidroxicloroquina, um medicamento usado para o tratamento da malária e que já foi apontado como um possível tratamento contra a covid-19, inclusive pelo próprio chefe de Estado norte-americano. "Estou a tomar hidroxicloroquina há uma semana e meia, um comprimido por dia", admitiu Trump aos jornalistas, depois de um encontro na Casa Branca com empresários da restauração, citado pela Reuters.

Recorde-se que vários médicos já vieram a público alertar a população para que a toma da hidroxicloroquina pode ser perigosa, que não existe nenhuma prova que esta tenha efeitos positivos no combate à covid-19, e falaram dos seus possíveis efeitos secundários, inclusive os especialistas da própria administração de Trump - a cloroquina e a hidroxicloroquina podem causar problemas no ritmo cardíaco, danos no fígado e nos rins, convulsões, e baixar o nível de açúcar no sangue, segundo a Agência Europeia de Medicamentos. 

Além de assumir que está a tomar o medicamento não aconselhado, Trump afirma não ter sentido nenhum dos efeitos secundários enumerados pelos especialistas.  "O que vos posso dizer é que, até agora, tudo parece bem. Zero sintomas", sublinhou.