Sociedade

Efemérides de 22 de maio

1871 As Conferências do Casino, chamadas Democráticas, abriram há 149 anos no então Casino Lisbonense (diz-se que decorreram de Março a Junho), com Antero de Quental e a participação de Eça de Queirós e de toda a Geração de 70 ou Grupo do Cenáculo – e a oposição horrorizada do então responsável governamental Lobo de Ávila, que acabou a proibi-las.

1911 O Escudo, unidade monetária da República Portuguesa que tinha por símbolo o cifrão, foi criado há 109 anos, para substituir os reis, e vindo a acabar cerca de um século depois com a entrada em funcionamento do euro.

1925 Foi fundada há 95 anos a Sociedade de Escritores e Compositores Teatrais portugueses, que, desmantelada pelo salazarismo, daria origem depois à Sociedade Portuguesa de Autores.

1939 A Alemanha, de Hitler, e a Itália, de Mussolini, assinaram há 79 anos a aliança militar do Eixo, que conduziu a Europa para a II Guerra.

1991 Mil dias após o incêndio de 1988 (quando era presidente da Câmara o já falecido centrista Nuno Abecasis), e no mandato de Jorge Sampaio no município (1990-95) começaram há 29 anos as obras de reconstrução do Chiado, em Lisboa.

1992 Na Cimeira de La Rochelle, há 28 anos, França e Alemanha criaram uma força conjunta de 35 a 45 mil soldados para reforço da NATO (enfim, o embrião da tal Defesa Europeia).

2001 As pulseiras electrónicas começaram a ser usadas há 19 anos, como alternativa à prisão preventiva, sob o Governo de António Guterres (1995-2002), e estão a fazer grande sucesso com notável expansão.

2002 Foram aprovados há 18 anos protocolos entre a Câmara de Lisboa (então presidida por Pedro Santana Lopes, entre Janeiro de 2002 e até à sua ida para a chefia doGoverno em 2004), o Sporting e o Benfica, para a construção dos respectivosnovos estádios.

2003 Foi decretada há 17 anos a prisão preventiva e televisionada (por decisão de umpolémico juiz) ao ex-ministro socialista Paulo Pedroso (que ficaria detido cerca de 5 meses, acabando totalmente ilibado), no âmbito do processo Casa Pia, apesar de não haver nenhum indício forte contra ele.

2016 A Grécia, do PM de esquerda radical Alexis Tsipras, aprovou medidas de austeridade exigidas pelos credores, para conseguir nova parcela do terceiro programa de resgate, negociado em 2015.

2018 Zuckerberg, fundador e presidente do Facebook, pediu desculpa no PE, há 2 anos pela filtração de dados à Cambridge Analytica, que pode ter condicionado o referendo do "brexit".