Sociedade

Plataforma de Arrendamento Acessível já conta com quase 600 imóveis abaixo do preço de mercado

A maioria dos contratos contempla um valor de renda entre os 300 e os 500 euros.

Desde o lançamento do Programa de Arrendamento Acessível (PAA), a 1 de julho de 2019, que se verifica uma crescente procura. “A plataforma do Arrendamento Acessível conta já com perto de 210 mil visitas e cerca de 25 mil utilizadores registados”, segundo um comunicado do Ministério das Infraestruturas e da Habitação.

Foram submetidas na plataforma 9.317 candidaturas e registados 591 alojamentos. Estão ativos 160 contratos ao abrigo do programa, “o que significa que 160 famílias já estão a beneficiar de arrendamento com renda abaixo do valor de mercado”, informa ainda a tutela.

Em media, são inscritos 3,6 alojamentos por dia na Plataforma e celebrados 1,2 contratos a cada 2 dias.

“Do total de contratos celebrados, a maioria (43%) usufrui de um valor de um valor de renda entre os 300€ e os 500€ mensais, 36% beneficia de uma renda entre os 500€ e os 800€, 12% paga um valor mensal inferior a 300€ e apenas 8% suporta uma renda acima dos 800€”.

A grande maioria destes contratos (76%) localiza-se na área metropolitana de Lisboa e 10% à área metropolitana do Porto.