Internacional

Suécia ultrapassa as quatro mil mortes

País com número de habitantes semelhante ao de Portugal tem mais casos confirmados, embora tenha realizado menos de um terço dos testes realizados cá. Diferença no registo de óbitos é muito acentuada.

A Suécia, que optou por ter medidas menos restritivas que a maioria dos países face à pandemia de covid-19, revelou esta segunda-feira que ultrapassou as quatro mil vítimas mortais associadas ao coronavírus.

As autoridades de saúde suecas adiantaram que o número de mortes por covid-19 aumentou para 4.029, sendo que os casos confirmados são agora 33.843.

Sublinhe-se que o número de habitantes da Suécia é de 10,23 milhões, um número semelhante ao de Portugal, 10,28 milhões. No entanto, os casos confirmados são ligeiramente mais do que no nosso país, enquanto a diferença do registo de óbitos é muito mais acentuada, tendo a DGS atualizado o número de mortes para 1.330.

Por outro lado, foram realizados muito mais testes em Portugal, cerca de 690 mil, do que na Suécia, perto de 210 mil.

De sublinhar também que as medidas menos restritivas não tiveram ainda reflexo positivo na economia da Suécia, uma vez que a previsão de quebra económica estará no mesmo patamar do resto da Europa, que optou por regras de um confinamento mais rígido.