Sociedade

Câmara do Seixal pede mais informação por parte do Governo sobre foco de covid-19 em Vale Chícharos

A autarquia diz ter sido informada sobre o número de casos por parte da comunicação social.

Depois de terem surgido várias notícias sobre um um foco do novo coronavírus em Vale de Chícharos, o Município do Seixal afirmou não ter recebido informações por parte da Unidade de Saúde Pública de Almada e Seixal, uma situação que lamentou, e diz já ter sido marcada uma reunião "com urgência" entre as duas entidades. "Lamentamos que essa informação não tenha sido facultada ao Município e às instituições que estão na linha da frente e que depois seja conhecida através da comunicação social. Não nos parece que esta seja a melhor forma de combatermos esta pandemia", pode ler-se numa nota enviada às redações. 

Dos 18 concelhos da Área Metropolitana de Lisboa, o Seixal é o 13º em número de infetados, com 322 casos confirmados (19,30 por 10.000 habitantes). Ainda no mesmo documento, a autarquia esclarece que depois de terem sido informados sobre novos casos de covid-19 entre moradores, no dia 15 de maio as autoridades de saúde solicitaram a colaboração da Câmara Municipal do Seixal para a realização de ações de sensibilização em Vale de Chícharos, na Amora e em Santa Marta, em Corroios.

Nos dias 16 maio e 18 de maio as equipas da Câmara Municipal e outras entidades que estão na linha da frente do combate à Covid-19, nomeadamente a PSP, estiveram nestas localidades, respondendo à solicitação das autoridades de saúde, esclarecendo e distribuindo máscaras a todos os moradores.

A Câmara Municipal do Seixal indicou ainda várias medidas que tomou para impedir a propagação do novo coronavírus entre a comunidade, como a distribuição de mais de 50 mil máscaras a várias entidades e membros da comunidade."A Câmara Municipal do Seixal tem estado ativa e permanentemente no terreno a ajudar a travar esta batalha pela vida e, desde o primeiro instante, temos prestado todo o apoio aos bombeiros, aos agentes de segurança, aos profissionais de saúde e instituições sociais, distribuindo mais de 50 mil equipamentos de proteção individual a estas instituições.Estamos a distribuir 1 milhão de máscaras à população, temos prestado todo o apoio à realização de testes em lares e instituições sociais".

A autarquia refere ainda ter instalado um equipamento de apoio ao Hospital Garcia de Orta e afirma que cedeu ao Hospital um espaço municipal para armazenamento de materiais hospitalares. "Criámos Centros de Acolhimento Temporário para doentes com Covid-19 e para pessoas sem-abrigo. Criámos também Centros para Equipas de Reforço dos Bombeiros e para bombeiros que se encontram em quarentena. Para a concretização destas e de outras medidas reforçámos o orçamento em 3 milhões de euros e continuaremos a tomar todas as medidas que forem necessárias para apoiar a população do Seixal", acrescentam.