Internacional

Autoridades indianas capturam pombo e acusam animal de realizar espionagem para o Paquistão

Autoridades iniciaram investigação para decifrar código que animal trazia na pata.

As autoridades indianas capturaram um pombo que dizem estar a realizar espionagem para o Paquistão.

De acordo com o Telegraph, tudo aconteceu depois de uma moradora do distrito de Kathua, região da Caxemira administrada pela Índia, relatar que um pássaro, pintado de cor-de-rosa e com um anel codificado na pata, tinha voado para sua casa no domingo à noite. O animal foi capturado perto da fronteira que divide o território da Caxemira entre a Índia e o Paquistão.

As autoridades indianas acabaram por registar o pombo como um suspeito de espionagem e iniciaram uma investigação para decifrar o código que o animal trazia na pata.

"O pombo, suspeito de ser treinado no Paquistão para espionagem, tem um anel com letras e números escritos", disse fonte policial ao Times of India.

"Embora as aves não tenham fronteiras e muitas voem através das fronteiras internacionais durante a migração, um anel codificado no corpo do pombo capturado é motivo de preocupação, já que as aves migratórias não têm esses anéis", acrescentou a fonte.

As aves já foram usadas para espionagem no território anteriormente. Segundo a imprensa internacional, em 2016, as autoridades de Punjab receberam um pássaro que foi encontrado perto da fronteira com o Paquistão com uma nota com uma alegada ameaça ao primeiro-ministro indiano Narendra Modi. Um ano antes, um pássaro foi encontrado a alguns quilómetros da fronteira depois de ser visto com uma "mensagem carimbada".