Economia

Prémios Sapo reinventam-se: este ano são em casa

Os prémios SAPO são já uma tradição e este ano, na sua 19.ª edição, adaptam-se à nova realidade e vai poder assistir através de sua casa, já na próxima quinta-feira, dia 28.

Esta quinta-feira, 28 de maio, é um dia para marcar na agenda: os vencedores da 19.ª edição dos prémios SAPO vão ser anunciados. E, ao contrário do que aconteceu em anos anteriores, para assistir nem vai precisar de sair de casa. A explicação é simples: estes prémios adaptaram-se à nova realidade e vão ser levados diretamente a casa, num formato totalmente diferente, juntando num só ecrã anunciantes, agências, meios e o público em geral. Este ano serão os Prémios SAPO em Casa. 

Este novo formato vem dar resposta às condições impostas pela atual situação de saúde pública, mas também reiterar a capacidade do portal de acompanhar um mercado em constante evolução – o da publicidade digital – mantendo-se na vanguarda e continuando a definir tendências daquilo que será o futuro do digital.

Os Prémios SAPO arrancaram em 2000 e nasceram para premiar e incentivar a criatividade e produção de formatos publicitários adequados ao meio digital. 

No 25.º aniversário do SAPO, celebra-se a 19.ª edição dos Prémios SAPO, que, quase vinte anos depois, continua a guiar-se pela mesma visão: premiar a qualidade e incentivar o crescimento de um mercado de publicidade digital que, em Portugal, representa cerca de 24% do total de investimento publicitário.

A primeira edição tinha sete categorias a concurso – melhor banner de eCommerce, melhor banner dotcom, melhor banner do setor das telecomunicações, melhor banner do setor automóvel, melhor banner de produtos de grande consumo, melhor patrocínio de conteúdos e melhor formato alternativo de publicidade.

De 2000 ao presente, o mercado publicitário e o digital cresceram, mudaram, inovaram e tornaram-se cada vez mais arrojados e disruptivos. A marca SAPO não foi indiferente a essas mudanças, tendo mesmo sido parte ativa das mesmas, tal como cada nova edição dos prémios as espelha e integra. 

Assim, o evento evoluiu no seu formato, nas categorias, nos prémios e também no adaptar do concurso à realidade e ao investimento em publicidade digital no ano a que se refere. 

Afirmando a sua capacidade de se reinventar, numa indústria onde ‘criatividade’ é a palavra de ordem, os Prémios SAPO voltam a premiar o talento e inovação da publicidade digital de dezenas de anunciantes, agências de meios e criativas, num evento online que poderá ser acompanhado em direto em todos os ecrãs de sua casa, nomeadamente no portal SAPO, na app TV MEO e nas redes sociais do SAPO.

A edição deste ano conta com muito bons motivos para que não a perca: conta com a apresentação de João Manzarra e com a participação de convidados especiais, como Dino D’Santiago e Moullinex, que brindarão com os momentos musicais do programa.

São 56 as campanhas que integram a shortlist de nomeados da 19.ª edição dos Prémios SAPO e que estão apenas a um passo de vencer os galardões das cinco categorias a concurso: prémios setoriais, prémios de estratégia, prémios para formatos especiais, prémios de media digital prémios do júri. 

Estes prémios são um marco e um evento de culto no universo publicitário nacional, pois são os únicos a distinguir o que de melhor se cria e divulga em publicidade em Portugal. Um dos sinais evidentes deste estatuto é o crescente número de inscrições das agências e dos seus trabalhos de ano para ano.

E os elogios não se fizeram tardar: «Os prémios SAPO desde as suas primeiras edições, que se posicionam como uma referência do melhor que é feito em digital em Portugal. Como tal, e como todos queremos sempre vencer várias categorias nos Prémios Sapo, isso obriga-nos durante todo o ano e de forma constante a querer fazer sempre campanhas state of the art o que enriquece a nossa atividade e melhora os resultados para os anunciantes em Portugal, sendo uma situação win-win para todo o mercado», explica André Tavares, head of digital da Wavemaker, que levou para casa o prémio de Agência de Meios do Ano de 2018. «Gostaria ainda de referir que ao longo de todas as edições, o SAPO, tem sabido criar novas categorias nos prémios, que permitam corresponder às mais recentes opções digitais, como as campanhas com utilização de data, e que mais uma vez, nos ajudam a fazer melhor, porque queremos ser mais criativos, retirar melhores insights que permitam potenciar os resultados», acrescenta.

Também Justyna Valente, digital marketing manager da TAP Portugal, destaca a importância desta iniciativa: «Os prémios SAPO ganharam ultimamente uma forte reputação no que diz respeito à criatividade da comunicação online. É um dos troféus na indústria que recebemos com muito orgulho, pois é fruto do esforço e dedicação de uma equipa que trabalha com afinco e que assim sente o reconhecimento e uma motivação adicional para fazer mais e melhor», defende.

Já Ivo Purvir, diretor criativo executivo da Partners, não tem dúvidas de que estes prémios «foram os primeiros prémios de criatividade a distinguir apenas o pensamento digital em Portugal. Já lá vão, pelo menos, 11 anos desde que a Partners inscreveu trabalho a concurso e lembro-me perfeitamente do primeiro troféu que conquistámos numa edição no Campo Pequeno». Até porque é um evento que faz todo o sentido, defende. 

O novo formato do evento é muito elogiado pelo responsável: «O novo formato assenta-lhe que nem uma luva se olharmos para a sua génese. Num momento em que vemos vários festivais de criatividade a adiar as suas edições, os prémios SAPO tinham mesmo de acontecer. E se nos últimos tempos o Digital tem sido grande parte da nossa vida, então mais do que nunca devemos destacar aqueles que melhor o trabalharam e dessa forma dar um sinal de ânimo e esperança ao mercado. Seja em live ou de que forma for», acredita. 

Doação solidária
Nesta edição, o SAPO registou um total de 135 trabalhos inscritos de 46 anunciantes diferentes, tendo passado a uma shortlist de 56 trabalhos, que será agora avaliada por um júri isento, e diferente em todas as edições, para se chegar ao vencedor de cada categoria em concurso.

À semelhança do que tem sido feito nas edições anteriores, e materializando aquela que é a tradição destes, o SAPO irá doar o valor angariado com as inscrições a uma instituição escolhida pela Fundação Altice. Este ano a eleita é a Associação Padre Amadeu Pinto, uma instituição no Pragal que apoia jovens e crianças em contextos socioeconómicos desfavorecidos, a quem será entregue um donativo no total de 11.700 euros. 

São 19 anos de edições, 1.000 troféus atribuídos mais de 196 mil euros angariados e doados a instituições de solidariedade social.

Conteúdo jornalístico
Recorde-se que os prémios de media digital premeiam websites de informação que se destaquem pela produção de conteúdo jornalístico inovador e que tirem melhor proveito das capacidades do meio digital. Estes Prémios serão atribuídos pelo júri de media.

Para avaliar os trabalhos candidatos haverá um conjunto de mais de 20 profissionais do mundo da publicidade, do marketing e da comunicação.