Sociedade

Estudante de psicologia suspeito de matar colega está internado no Hospital de São José

Jovem foi encontrado ferido por guardas prisionais na cadeia anexa à sede da PJ, em Lisboa.

O jovem estudante de Psicologia, numa faculdade pública de Lisboa, suspeito de ter morto uma colega, de 23 anos, está internado no Hospital de São José, com ferimentos considerados graves em ambos os braços.

Segundo o Correio da Manhã, o jovem, de 25 anos, foi encontrado ferido por guardas prisionais na cadeia anexa à sede da PJ, em Lisboa e admitiu ter cortado os pulsos.

O suspeito foi transportado de urgência, pelos bombeiros Voluntários do Beato, para o Hospital de São José, onde se encontra na unidade de cirurgia plástica. ´

Escreve o mesmo jornal que o jovem tem cortes profundos nos dois pulsos, e poderá ter danificado os tendões.

Recorde-se que o suspeito terá confessado o crime, cometido nas últimas semanas, e admitido à Polícia Judiciária que escondeu o cadáver junto ao rio Tejo. No entanto o corpo da jovem, que tinha sido dada como desaparecida pela família, ainda não foi encontrado e as autoridades continuam a fazer buscas.

Já no momento do alerta para o seu desaparecimento, a família da jovem estudante de psicologia tinha referido o facto de esta ter uma relação abusiva com o jovem, agora principal suspeito do homicídio.