Cultura

Feira do Livro de Lisboa vai mesmo realizar-se em agosto

Datas foram anunciadas nesta quinta-feira pela Associação Portuguesa de Editores e Livreiros, depois de na véspera a vereadora da Cultura de Lisboa ter avançado que Feira do Livro de Lisboa regressaria no final de agosto ao Parque Eduardo VII.

Depois de a vereadora da Cultura da Câmara de Lisboa, Catarina Vaz Pinto, ter confirmado ao Observador que a Feira do Livro se realizaria no final de agosto, veio a Associação Portuguesa de Editores e Livreiros (APEL) anunciar, em declarações à agência Lusa, que o evento terá lugar entre 27 de agosto e 13 de setembro, no Parque Eduardo VII, com as mesmas regras estabelecidas para o funcionamento de feiras e mercados. Ou seja, dentro da “normalidade possível, tendo em conta as restrições e condicionalismos que a situação provocada pela pandemia exigir”.

“É com enorme satisfação que comunicamos aos portugueses a realização da 90.ª edição da Feira do Livro de Lisboa, entre os dias 27 de agosto e 13 de setembro”, afirma a APEL. “Apesar da situação atípica que se vive, a organização da Feira do Livro de Lisboa irá colocar em marcha todas as medidas necessárias para garantir a segurança dos participantes e visitantes”.

A decisão, segundo a APEL, foi tomada em coordenação com a Câmara de Lisboa.

A Feira do Livro de Lisboa, que habitualmente se realiza entre maio e junho, foi neste ano adiada devido às restrições impostas no combate à pandemia de covid-19.

Segundo noticia a agência Lusa, também a Feira do Livro do Porto se realizará quase em simultâneo, entre 28 de agosto e 13 de setembro, nos Jardins do Palácio de Cristal, à semelhança dos anos anteriores. Estão de momento abertas, até ao próximo dia 3 de junho, as inscrições para a participação, que se realizará com várias condicionante, observando as condições sanitárias exigidas no contexto da covid-19.

Notícia corrigida às 19h05