Sociedade

90% dos 257 novos casos foram diagnosticados na Região de Lisboa

Lisboa e Vale do Tejo volta a ser a região onde foram detetados mais casos. 

Segundo o boletim da situação epidemiológica em Portugal, revelado este sábado pela Direção-Geral da Saúde (DGS), já morreram 1.396 pessoas infetadas com o novo coronavírus em Portugal, mais 13 óbitos face ao boletim de ontem, o que corresponde a um aumento de 1,5% nas últimas 24 horas.

Nas últimas 24 horas foram ainda confirmados mais 257 casos, elevando o total de diagnósticos positivos para 32.203, que se traduz num aumento de 0,8%. Lisboa e Vale do Tejo volta a ser a região onde foram detetados mais casos. Destes 257 novos casos, 231, ou seja, 89,9%, são na Grande Lisboa.

O número de recuperados voltou a subir, passando de 18.911 para 19.186. mais 275 face a ontem.

Atualmente estão internados 514 doentes. 63 encontram-se em Unidades de Cuidados Intensivos, menos 3 que ontem.

A aguardar resultados laboratoriais estão 2.134 pessoas e as autoridades de saúde têm em vigilância 28.183 contactos.

Casos confirmados:

339 meninos e 315 meninas com menos de 10 anos;
497 rapazes e 584 raparigas entre os 10 e os 19 anos;
1.921 homens e 2.313 mulheres entre os 20 e 29 anos;
2.178 homens e 2.679 mulheres entre os 30 e 39 anos;
2.262 homens e 3.148 mulheres entre 40 e os 49 anos;
2.158 homens e 3.165 mulheres entre os 50 e os 59 anos;
1.649 homens e 1.875 mulheres entre os 60 e 69 anos;
1.237 homens e 1.354 mulheres entre os 70 e os 79;
1.474 homens e 3.055 mulheres casos com mais de 80 anos.
13.715 casos do sexo masculino e 18.488 do sexo feminino

Óbitos:

1 homem entre os 20 e os 29 anos;
1 mulher entre os 30 e os 39 anos;
9 homens e 6 mulheres entre os 40 e os 49 anos
31 homens e 14 mulheres entre os 50 e os 59 anos;
82 homens e 43 mulheres entre os 60 e os 69 anos;
162 homens e 111 mulheres entre os 70 e os 79 anos;
403 homens e 533 mulheres com mais de 80 anos.
688 óbitos do sexo masculino e 708 do sexo feminino

Consulte aqui o boletim na íntegra.