Sociedade

Arrancam este sábado rastreios em empresas com casos diagnosticados de covid-19 na região de Lisboa

O foco principal da operação “incidirá em zonas com mais casos identificados e, em particular, em empresas e locais de trabalho com casos diagnosticados ou com fatores de risco associados”.

Inicia-se este sábado e decorrerá ao longo dos próximos dias uma operação coordenada de rastreio de trabalhadores em empresas e locais de trabalho com fatores de risco na região da Grande Lisboa, no âmbito da estratégia traçada para prevenir e conter os riscos de contágio associados à covid-19, anunciou, em comunicado, fonte do gabinete da ministra da Saúde.

O foco principal da operação “incidirá em zonas com mais casos identificados e, em particular, em empresas e locais de trabalho com casos diagnosticados ou com fatores de risco associados”.

A operação será conduzida num esforço conjunto das autoridades de saúde, do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), do Instituto Nacional de Saúde Doutor Ricardo Jorge (INSA), da Autoridade para as Condições do Trabalho (ACT) e do Instituto da Segurança Social (ISS).

Recorde-se que este sábado, em conferência de imprensa, Marta Temido já tinha anunciado que, para controlar o contágio, o Governo está a tomar medidas de saúde pública, tendo em conta as características dos novos casos detetados na região da Grande Lisboa.

Algumas das medidas desta “estratégia de contenção”, serão o rastreio do novo coronavírus nas atividades em que se tem verificado maior incidência da doença, nomeadamente áreas ligadas à construção civil, cadeias de abastecimento, transporte e distribuição.