Sociedade

Oito estabelecimentos foram encerrados no Bairro da Jamaica "sem incidentes"

Espaços ficam encerrados nos próximos 14 dias.

Oito estabelecimentos comerciais, entre cafés e bares, foram encerrados, este sábado, pelas autoridades de saúde no Bairro da Jamaica, no Seixal, devido à pandemia de covid-19, depois de ser detetado um surto de infeções no bairro. A ação contou com um forte dispositivo policial.

Em declarações aos jornalistas, a comissária Maria do Céu Viola, do Comando de Setúbal da PSP, revelou, no fim da operação, que, entre cafés e bares, "oito locais identificados pelas autoridades de saúde foram selados, fechados a cadeado e os proprietários notificados do encerramento".

À agência Lusa, o delegado regional de saúde de Lisboa e Vale do Tejo, Mário Durval, disse que estes oito locais "de ajuntamento de pessoas" ficam encerrados durante "os próximos 14 dias". Depois será feita uma reavaliação pelas autoridades de saúde. Caso algum dos espaços abra nas próximas duas semanas, o proprietário incorre num crime de desobediência.

A operação policial decorreu sem incidentes e a PSP enalteceu a colaboração e a compreensão dos moradores do bairro.

"Isto é uma questão de saúde pública, as pessoas acataram e colaboraram com a autoridade de saúde e com a câmara", afirmou a comissária, explicando ainda que a PSP teve como missão a notificação dos proprietários e a segurança da operação.