Internacional

UE está "chocada e horrorizada" com morte de George Floyd, diz Josep Borrell

O Alto Representante da União Europeia para a Política Externa classificou a morte de George Floyd como “um abuso de poder” e afirmou que a UE apoia o “direito e protestos pacíficos”.

O Alto Representante da União Europeia (UE) para a Política Externa classificou a morte de George Floyd como “um abuso de poder”, e acrescentou que o crime, que foi cometido por um polícia de Minneapolis, deixado a UE “chocada e horrorizada”, tal como aconteceu com nos Estados Unidos.

Josep Borrell deixou ainda o alerta de que “todas as sociedades devem estar atentas contra o uso excessivo de força”, depois de Donal Trump ter ameaçdo enviar o exército para a rua, de forma a controlar os protestos contra a discriminação racial que, por todo o país, têm acontecido.

O representante expressou ainda o apoio da UE ao “direito e protestos pacíficos” e condenou todos os atos de violência e racismo, sublinhando ainda o slogan que tem marcado os protestos. “Todas as vidas negras importam”, afirmou.

Pelo seis pessoas já morreram durante os protetos e mais de 4 mil pessoas foram detidas, incluindo uma equipa de jornalistas da CNN.