Politica

Fronteiras reabrem e rotas aéreas regressam no dia 15 de junho

António Costa esteve esta sexta-feira no aeroporto Humberto Delgado e falou da retoma da atividade turistíca e da construção do novo aeroporto no Montijo.

António Costa anunciou, esta sexta-feira, que as fronteiras irão reabrir e as rotas aéreas voltarão no dia 15 de junho mas com um aumento de segurança e com um esforço "para que o turismo retome a sua atividade em pleno". O primeiro-ministro falou ainda do aeroporto do Montijo e que a crise não vai afetar os planos do Governo.

Numa visita ao aeroporto Humberto Delgado, António Costa diz que depois desta "crise conjuntural" de uma forma "mais rápida ou mais lenta" a retoma da circulação das pessoas à escala global irá acontecer e que Portugal foi, é e “continuará a ser um país aberto ao mundo”.  “Os aeroportos nacionais estão prontos para acolher o tráfego aéreo com toda a normalidade”, garantiu o primeiro-ministro. 

Sobre a construção do aeroporto no Montijo, António Costa mostrou-se satisfeito com a decisão do grupo Vinci de avançar com a infraestrutura aeroportuária.  “Num momento de grande incerteza, em que a esmagadora maioria dos aviões e em que o tráfego aéreo caiu drasticamente, o compromisso firme da Vinci de afirmar: ‘Vamos avançar com o novo Aeroporto de Lisboa’, é um gesto de grande confiança naquilo que é o futuro do país”, disse.